Porque o Angular 2 será tão legal? É uma boa hora para aprender AngularJs1? Artigo

Conheça os cursos gratuitos do WebDevBr! - Inscreva-se!


Este artigo foi publicado a 1 ano, 9 meses, 2 semanas atrás.

E o papo do momento não é o lançamento do AngularJs 2, ou é? Muitas perguntas vem surgindo nas redes socias, mas a que mais vejo é: vale a pena investir em AngularJs 1.x já que o 2 está em beta?

Antes de responder está pergunta vamos dar uma olhada em algumas features do AngularJs 2.

Compatibilidade

O AngularJs 2 vai ser compatível com Chrome, Edge, Firefox, IE 9+, Safari, Android 4.1+, desktop, mobile web, iOS, Ionic e NativeScript.

Gostou deste artigo?

Receba atualizações semanais com novos artigos do WebDevBr e outras dicas!

Bem, a não ser que você queria dar suporte a Internet Explorer 8 (e eu espero que não) ou algo fora desta lista, AngularJs 2 vai servir!

Velocidade e Desempenho

Umas das principais preocupações durante o desenvolvimento do AngularJs 2 é o desempenho, ele promete ser muito mais rápido que o AngularJs 1, mas neste ponto quero dar enfase a dois grandes auxilios citados no site oficial:

  1. Suporte para carga inicial ágil utilizando o server-side para fazer uma pré-renderização
  2. Compilação off-line

Palavras dificeis... vamos ver se consigo facilitar.

Começando com o item 1:

O processo comum que usamos em uma SPA (single page application) é o processamente client-side, ou seja, do lado do cliente, seguindo o caminho do que acontece durante este tipo de processamento temos algo como:

  • Primeiro carregamos HTML, CSS, Javascript e outros arquivos necessários
  • Depois carregamos os templates HTML (as partials) se existirem
  • Requisitamos os dados do servidor
  • Finalmente renderizamos tudo

O que eu quero dizer é que o processo é feito em duas etapas, a primeira requisição carrega o "básico", HTML, JS, CSS, fontes, etc. Depois disso temos uma segunda requisição (ou várias) que pega o conteúdo, normalmente é isso que acontece.

Com o processamento no server-side já trazemos HTML, JS, CSS, fontes, etc e o conteúdo! É o que acontece normalmente com PHP, Ruby On Rails, Python...

O AngularJs 2 tem um grande suporte a linguagens que compilam para o Javascript, como o Typescript, é nisso que se refere o termo compilação off-line.

Agilidade no desenvolvimento

Como disse antes, o AngularJs 2 tem um excelente suporte quanto a escrita de código, ele suporta Typescript (o preferido do pessoal) e Dart na documentação (no momento da escrita deste artigo), mas também promete suporte a ECMAScript 5 e ECMAScript 6.

Minha opinião? Estão facilitando muito, rsrs.

Suporte a AngularJs 1

AngularJs 2 tem suporte a AngularJs 1 através das APIs ngUpgrade, isso significa que você pode atualizar suas aplicações feitas com AngularJs 1 no seu próprio ritmo, sem pressa, enquanto já começa a trabalhar com o AngularJs 2.

Conclusão

Ainda não ouvi falar sobre uma data de lançamento do AngularJs 2 e, estando em beta, não deve demorar mais que alguns poucos meses, se você precisa começar a usar já o AngularJs aconselho que comece com o 1, já que a migração será simples e sem dor para o 2.

Outro conselho é estudar Typescript neste meio tempo e ficar de olho nos exemplos da documentação e aqui no WebDevBr, vou postar mais conteúdos práticos sobre ambos (Typescript e AngularJs 2) logo.


Cursos relacionados


* Parcelamento apenas cartão de crédito! Pode haver uma pequena variação no parcelamento em relação a simulações apresentadas!