Como instalar o Zend Framework 2 de forma prática e rápida de 3 formas diferentes Artigo

Conheça os cursos gratuitos do WebDevBr! - Inscreva-se!


Este artigo foi publicado a 4 anos, 4 dias atrás.

Durante muito tempo dediquei postagens para o CakePHP aqui no blog, depois falei sobre PHP e boas práticas da linguagem e agora vamos inaugurar uma nova seção: Zend Framewok, e não podia começar falando de outra coisa se não como instalar o framework.

Quem vem do CakePHP para o Zend

Para quem, assim como eu, está vindo do CakePHP vai notar logo de cara uma diferença na estrutura de diretórios, o Zend não tem uma versão base que pode ser configurada fora da pasta pública se quisermos, ele já é assim nativamente, outra coisa é que a capacidade dele de se adaptar as novas configurações de estrutura é algo espantoso, muito mais flexível que o CakePHP, as mudanças continuam, e são muitas.

O mesmo vale para outros Frameworks, como Laravel, por exemplo, o Zend Framework exige muito mais orientação a objetos, aqui você tem que saber e não achar que sabe, como acontece muito, infelizmente.

Gostou deste artigo?

Receba atualizações semanais com novos artigos do WebDevBr e outras dicas!

Preparando o ambiente

Para seguir em frente você precisa instalar o Composer no seu sistema operacional, a algum tempo eu tratei deste assunto aqui no blog, aproveite para ver como fazer isso.

Também tem um curso gratuito sobre ele aqui no WebDevBr, vale dar uma lida.

Esta é a forma mais indicada a se seguir, já que você sempre vai ter a versão mais recente do Zend Framework.

O Zend Skeleton Application

Como disse acima, o Zend Framework 2 é muito versátil e se adapta a muitas configurações de diretórios, mas para facilitar a equipe do Zend já preparou uma estrutura "base" pra gente. Como o próprio nome já diz, ele é um esqueleto apenas, o Framework em si é uma dependência que pode ser instalado com o Composer (que é um gerenciador de dependências) ou o próprio Git.

Instalando o Zend Framework com o Git

Mãos a obra, vamos usar o GitHub, acesse o console do sistema e navegue até a pasta do projeto, em seguida use o comando a seguir para baixar e instalar o Zend Skeleton Application no diretório atual.

git clone git://github.com/zendframework/ZendSkeletonApplication.git --recursive

Lembra que no artigo de instalação do Composer eu disse que ele é dependente do git, então se você seguiu o artigo direitinho já tem o git funcionando também e com o comando acima vai baixar os arquivos do esqueleto no seu computador e já checar se existe alguma dependência e baixar (o -recursive), ou seja, o Zend Framework 2 na versão mais atual já estará funcionando no seu PC.

Atualização: Não tenho mais certeza se isso ainda funciona.

Instalando o Zend Framework com o Composer

A equipe do Zend Framework recomenda que você baixe uma cópia do Zend Skeleton Application e com o Composer baixar as dependências usando o comando create-project, é tão fácil quanto o comando anterior.

php composer.phar create-project zendframework/skeleton-application --prefer-dist

Você pode alternativamente clonar o Zend Skeleton e por fim checar as dependências:

cd my/project/dir
git clone git://github.com/zendframework/ZendSkeletonApplication.git
cd ZendSkeletonApplication
php composer.phar self-update
php composer.phar install

Testando

E por fim, para testar o seu Zend Framework 2 basta acessar a pasta public que está dentro do diretório do Zend Skeleton Application, note que não precisei configurar virtual hosts nem nada pro Zend Funcionar no Apache, mas claro que você pode fazer isso se quiser, eu uso o PHP Built-in-server localmente com o Nginx no servidor.


Cursos relacionados


* Parcelamento apenas cartão de crédito! Pode haver uma pequena variação no parcelamento em relação a simulações apresentadas!