Abrindo Git Bash direto no Sublime Text 3 com SideBarEnhancement Artigo

Conheça os cursos gratuitos do WebDevBr! - Inscreva-se!


Este artigo foi publicado a 7 meses, 2 semanas, 3 dias atrás.

Se você usa Sublime Text com certeza deve conhecer o plugin SideBarEnhancement, ele adiciona recursos ao clique direito na Side Bar padrão do Sublime, é realmente um recurso impressindível pra mim aqui no WebDevBr.

Só que ele não tem integração nativa com o GitBash (outro recurso do qual eu não sei mais viver sem), a solução para mim até então era:

  1. Clicar com o botão direito sobre o diretório raiz do projeto
  2. Escolher Open in Browser > Default, e assim ele abrir o explorer do Windows
  3. Voltar um diretório, clique direito
  4. E por fim escolher Git Bash here

De verdade que eu não acho um problema, tudo não demora nem 10 segundos, mas convenhamos, ter uma opção para ir direto ao GitBash seria awesome, já que eu posso ir direto ao CMD (ai que saudades do Linux), porque não até o GitBash?

Gostou deste artigo?

Receba atualizações semanais com novos artigos do WebDevBr e outras dicas!

Rescentemente eu encontrei uma solução, de primeira eu não gostei do resultado, já que ele abria o Git Bash dentro do CMD, o que é horrível já que ele não fica em tela cheia, só pega uma parte (poxa Microsoft, que vacilo em...), alterei um pouco e consegui abrir o GitBash que eu estou acostumado.

O que é Git Bash?

O Git Bash é uma alternativa ao CMD, ele emula o BASH do Linux no Windows e traz muitos recursos úteis dos sistemas open source preferidos dos devs, como Vim, por exemplo.

Para instalar é só você baixar o Git no site https://git-scm.com/ e prestar atenção durante o processo para que ele seja incluido na instalação e que se integre ao Exploder (algumas opções do botão direito que permitem abrir o Git Bash e outros recursos no diretório escolhido).

O que é SideBarEnhancement

O SideBarEnhancement, como disse antes, é um plugin para o Sublime Text 3 que adiciona muitas novas opções ao clique direito do Side Bar default do Sublime Text (sabe, aquele que você abre com o atalho ctrl+k,b - segura ctrl e preciona k e depois b, um de cada vez).

Para instalar use o Sublime Text 3, ele não tem mais suporte ao 2 (pelamordedeus, você ainda usa o 2?).

Use o seguinte caminho para instalar:

Ctrl+P -> Package Control: Install Package -> Sidebar Enhancements

Reinicie o Sublime Text.

O SideBarEnhancement é um plugin muito usado e tem muito material caso você tenha problemas, minha dica para você conseguir resolver qualquer coisa que apareça é:

  1. No seu navegador favorito tecle ctrl+T
  2. Digite https://www.google.com.br
  3. No campo maior e no meio da tela (se precisar de print eu posto aqui, é só pedir), digite o que está acontecendo, não tente ser muito especifico
  4. Vá clicando link por link das opções encontradas, as primeiras tem mais chance de resolver seu problema, comece por elas
  5. Se nada ajudar você pode escolher em baixo ir para uma nova página com mais links ou reformular sua pesquisa, normalmente eu uso a última opção.

Integração SideBarEnhancement + GitBash

E aqui o grande truque, primeiramente vá até o Sublime Text e escolha o menu Preferences (alt, n - alt e depois n) e selecione Browse Packages (b), ele vai abrir o Explorer no diretório de pacotes do Sublime, entre no diretório User e crie um arquivo chamado git_bash.py (você pode duplicar qualquer arquivo e renomear, apague o conteúdo depois, uma dica legal é que você pode usar o Sublime Text para isso, rsrs).

Cole este conteúdo dentro dele:

import sublime
import sublime_plugin

class GitBashCommand(sublime_plugin.WindowCommand):
    def run(self, **args):
        dir = args["dirs"][0]
        self.window.run_command("exec", {"cmd": ["start", "git-bash.exe"], "shell": True, "working_dir": dir})
        self.window.run_command("hide_panel", {"panel": "output.exec"})

    def is_visible(self, **args):
        return len(args["dirs"]) > 0

Ainda dentro do diretório User, vá até SideBarEnhancements\Open With e abra o arquivo Side Bar.sublime-menu para editar (no Sublime) e, no final do Json inclua a seguinte linha:

{ "caption": "Git bash...", "command": "git_bash", "args": { "dirs": []} },

O meu ficou assim:

/** Restante do arquivo */
                                    "args":[]
                        },
                "open_automatically" : false // will close the view/tab and launch the application
            },

            {"caption":"-"},

            { "caption": "Git bash...", "command": "git_bash", "args": { "dirs": []} },
        ]
    }
]

O último passo é você adicionar o diretório do Git nas variáveis de ambiente, assim:

  1. Encontre onde o Git está instalado, tem um arquivo chamado git-bash.exe na raiz, aqui estava em C:\Program Files\Git, copie este caminho.
  2. Abra as opções de Sistema (Windows + Pause - a tecla Windows está entre ctrl e alt, Pause normalmente é Pause/Break, aqui no meu teclado elas estão separadas, use a Pause neste caso).
  3. Escolha Configurações avançadas do sistema
  4. Na guia Avançado, clique em Variáveis de ambiente
  5. No bloco Variáveis do sistema encontre Path, preste atenção que existe esta opção para Variáveis do usuário, NÃO USE ela, use nas de sistema, selecione e clique em editar.
  6. Sem apagar o que já tem, tecle ponto-e-virgula (; - olhos piscando) e cole o caminho que você copiou no passo 1.
  7. Tecle Ok, e feche as propriedades do sistema.

Se você fez tudo certo, basta fechar o sublime e abrir novamente e você poderá abrir o GitBash direto no diretório que você quer clicando com o botão direito na Side Bar (do Sublime) e escolhendo Open With > Git Bash...

Espero que tenha sido útil pra você!

Bônus: O inverso, abrindo arquivos no Sublime a partir do Git Bash

Para este passo, você na verdade precisa de umas dicas de Linux, mas é facil, calma.

Abra o Git Bash e depois digite vi /bin/subl e tecle enter.

Tecle i e adicione o conteúdo a seguir:

#!/bin/sh
"C:\Program Files\Sublime Text 3\sublime_text.exe" $1 &

Salve e saia teclando esc, depois :wq e enter.

De permissão de execução usando o comando chmod +x /bin/subl.

Para usar basta digitar, em qualquer diretório, subl nomedoarquivo e ele será aberto no Sublime.

Uma dica que dou é: Aprendam a usar o Vim, lembrem que o Sublime não está disposível em um servidor e o Vim será mais que uma opção.


* Parcelamento apenas cartão de crédito! Pode haver uma pequena variação no parcelamento em relação a simulações apresentadas!